quickbooks enterprise 2022 download canada photoshop 2022 full español 64 bits mega adobe photoshop cc 2021 google drive link anydesk free download for windows 11 photoshop cc portable 2018 quickbooks enterprise solutions 2013 download photoshop cs6 portable free download - photoshop cs6 portable free download

Últimas Notícias para o setor de Geociências

Últimas Notícias para o setor de Geociências
Amazonia-1 é lançado com sucesso e satélite já está em órbita — Português  (Brasil)

O primeiro satélite 100% brasileiro já está em órbita. Ele foi lançado na madrugada deste domingo (28) na Índia, e é resultado de um investimento de centenas de milhões de reais. O Amazônia 1 chega ao espaço para ser o vigilante da floresta!

Foram 13 anos de trabalho e um investimento de R$ 380 milhões. O satélite ficou pronto em dezembro de 2020 e embarcou para a Índia, de onde foi lançado por uma empresa contratada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que construiu o Amazônia 1. O lançamento foi pago a parte: 26 milhões de dólares, o equivalente a R$ 140 milhões.

A Missão do Amazônia 1 e a de fornecer dados (imagens) de sensoriamento remoto para observar e monitorar o desmatamento especialmente na região amazônica e, também, a diversificada agricultura em todo o território nacional com uma alta taxa de revisita, buscando atuar em sinergia com os programas ambientais existentes.

Os dados gerados serão úteis para atender, ainda, outras aplicações correlatas, tais como: monitoramento da região costeira, reservatórios de água, florestas naturais e cultivadas, desastres ambientais, entre outros.

Os dados estarão disponíveis tanto para comunidade científica e órgãos governamentais quanto para usuários interessados em uma melhor compreensão do ambiente terrestre.

A Missão prevê três satélites de sensoriamento remoto: Amazônia 1, Amazonia-1B e Amazonia-2, estando o primeiro em fase final de desenvolvimento.

Além dos objetivos finalísticos associados ao provimento de dados para monitoramento do meio ambiente, a Missão tem um importante objetivo do ponto de vista tecnológico: a validação da Plataforma Multimissão PMM como sistema, que será utilizada pela primeira vez no satélite Amazônia 1.

Por fim, a Missão Amazônia irá consolidar o conhecimento do Brasil no desenvolvimento integral de uma missão espacial utilizando satélites estabilizados em 3 eixos, visto que os satélites de sensoriamento remoto anteriores foram desenvolvidos em cooperação internacional com outros países.

Essa competência global em engenharia de sistemas e em gerenciamento de projetos coloca o país em um novo patamar científico e tecnológico para missões espaciais. A partir do lançamento do satélite Amazônia 1 e da validação em voo da PMM, o Brasil terá dominado o ciclo de vida de fabricação de sistemas espaciais para satélites estabilizados em três eixos.

Isso significa autonomia para atuar em missões dessa categoria e capacitação para avançar para outros tipos de missão. Significa também a possibilidade de trabalhar em todas as etapas e em todos os subsistemas de uma missão dentro de parcerias nacionais.

Além disso, a disponibilidade de uma plataforma (PMM) qualificada em voo permitirá seu reuso em outras missões, nacionais ou em parceria internacional.

FONTE : INPE e G1 Notícias

Gabriel Devolio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.