adobe photoshop cs5 portable download zip microsoft teams for conference room download ms teams for windows 10 64 bit download quickbooks with license key - download quickbooks with license key set up a video meeting with microsoft teams photoshop cc 2018 free download filehippo - photoshop cc 2018 free download filehippo

Povos indígenas recebem mais de 77 toneladas de alimentos em Mato Grosso do Sul.

Povos indígenas recebem mais de 77 toneladas de alimentos em Mato Grosso do Sul.

Entre os dias 8 a 26 de março está ocorrendo a 3ª etapa de distribuição de cestas básicas deste ano a grupos indígenas do estado de Mato Grosso do Sul.

A ação governamental objetiva a segurança alimentar de populações específicas sob condições de vulnerabilidade social. Povos indígenas, comunidades quilombolas, e famílias acampadas a fim da inclusão no Programa Nacional de Reforma Agrária recebem tais benefícios. A aquisição, armazenagem e distribuição dos alimentos é realizada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Já a coordenação, bem como o acompanhamento das regiões, escolha dos locais e programação de entrega, e suas respectivas quantidades são de responsabilidade da Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sesan), do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). Vale lembrar que o Ministério da Cidadania também participa por meio do Termo de Execução Descentralizada.

Arroz, feijão, óleo de soja, farinha de mandioca, fubá, macarrão, açúcar cristal e leite em pó são os produtos básicos que compõem as 2.997 cestas, totalizando 77.725 kg de alimento.

Foram atendidas famílias indígenas em situação de risco alimentar apontadas pela Fundação Nacional do Índio (Funai) das regiões de Dourados, Ponta Porã e Campo Grande. Os municípios de Dourados, Caarapó, Douradina, Rio Brilhante, Vicentina, Naviraí, Jardim Jateí e Guia Lopes da Laguna, que compõem a regional de Dourados, possuem 1.100 famílias contempladas com o benefício. A regional de Ponta Porã está atendendo a 1.400 famílias, estas situadas nas cidades de Aral Moreira, Japorã, Coronel Sapucaia, Paranhos, Iguatemi, Antônio João, Amambai e Tacuru. Já em Campo Grande estão sendo atendidas outras 497 casas do município.

Fonte: Conab, 2021; Imagem: Canal Rural.

Júlia Alcântara

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.