filezilla for ftp download - filezilla for ftp download microsoft teams video call freezes - microsoft teams video call freezes adobe photoshop cc 2021 free download netflix app download for laptop windows 10 - netflix app download for laptop windows 10 download photoshop 2020 - download photoshop 2020 download adobe after effect cs6 kuyhaa - download adobe after effect cs6 kuyhaa netflix download on windows 10 laptop - netflix download on windows 10 laptop descargar photoshop cs2 gratis

Embrapa aponta caminhos para pecuária brasileira reduzir emissão de metano e cumprir pacto firmado na COP 26

Embrapa aponta caminhos para pecuária brasileira reduzir emissão de metano e cumprir pacto firmado na COP 26

Na Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP 26) foi firmado um acordo com mais de 100 países para a redução de 30% na emissão de gases de metano até 2030.  Para isso, o mercado pecuário deve adotar estratégias para reduzir a digestão dos ruminantes e redução do ciclo de produção. 

De acordo com o chefe-geral da Embrapa Pecuária Sudeste, Alexandre Berndt,  entre os gás que mais prejudicam o meio ambiente está o gás carbônico, em que foi responsável por aproximadamente 60% das emissões; em segundo está o metano, com 27,7%; e em terceiro o óxido nitroso com 12,4% das emissões. “A agropecuária contribui com 75% das emissões do gás metano, principalmente durante a digestão dos animais”, informou. 

Não é tão simples interromper esse processo dos ruminantes, mas é possível modular por três pilares. “O primeiro pilar seria a manipulação direta na dieta do animal, na qual colocaria aditivos para que o animal tenha uma fermentação mais leve. Outro fator que pode ser adotado é a redução do ciclo de produção, em que o animal pode ser abatido com 36 meses”, destacou. 

O terceiro pilar é da compensação com o sequestro de carbono com medidas que é possível adotar na pecuária. “Pastagens bem manejadas removem o carbono e quando adotadas sistemas integrados ajuda a neutralizar a emissão de metano, Mas vai depender do estágio do animal e do tamanho da árvore”, apontou. 

Para cumprir o acordo firmado na Cop 26, o setor vai precisar da adesão nacional dos produtores para conseguir atingir a meta de redução em 30%. “Nós já temos propriedades que já estão bem encaminhadas com a sustentabilidade, mas uma grande parte das propriedades não tem esse controle e por isso é importante adoção de políticas públicas e da iniciativa privada”, ressaltou. 

Fonte: https://www.noticiasagricolas.com.br

 

Renato Nunes Vaez

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.