10 previsões para a indústria florestal no Brasil e no mundo em 2020

1. O clima de negócios no mundo

O sucesso do setor florestal brasileiro é altamente relacionado à saúde da economia mundial.  Dela depende boa parte de nossa produção florestal assim como o apetite estrangeiro para vir ao país fazer negócios.

O ano de 2019 foi marcado pelo temor global aos potenciais impactos aos negócios causados pelo conflito comercial entre Estados Unidos e China, além de conflitos políticos em diversos países globalmente importantes.

Porém, a perspectiva de recessão econômica global, semeada ao longo de 2019 diminuiu bastante nos últimos meses. A sinalização de um possível acordo comercial entre os dois principais players da economia global e mudanças em políticas fiscais e monetárias de países importantes deve levar a um cenário de recuperação moderada da economia global, após desaceleração nos últimos dois anos. 

2. E a economia brasileira, como fica?

Segundo a pesquisa Focus publicada mensalmente pelo Banco Central do Brasil a expectativa de crescimento econômico brasileiro em 2020 é de 2,30%. Embora o Banco Central tenha superestimado suas previsões para os últimos dois anos, a projeção anunciada para 2020 é referendada por grandes bancos e instituições financeiras privadas.

No ano de 2019 o investimento estrangeiro direto cresceu 29% em relação a 2018, demonstrando que o clima de negócios está mais favorável. Fatores como a redução da taxa de juros, a aprovação da reforma da previdência e uma agenda econômica mais clara, baseada em corte de gastos, redução do custo de energia e abertura de mercado, deverão favorecer o crescimento industrial e econômico do país em 2020.

3. Investimentos estrangeiros: a novela